Resultados 1 al 3 de 3

Tema: IndyCar 2019

  1. #1

    IndyCar 2019

    Temporada de 2019 da Indycar Abre com vitória de Josef Newgarden em St.Petersburg

    Grid de Largada:
    pos Piloto Equipe Motor Tempo Fase
    1 12 Will Power Team Penske Chevrolet 1:00.459 Q3
    2 2 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 1:00.557 Q3
    3 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Honda 1:00.688 Q3
    4 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Honda 1:00.854 Q3
    5 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 1:01.078 Q3
    6 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Honda 1:01.773 Q3
    7 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Honda 1:00.953 Q2
    8 23 Charlie Kimball Carlin Chevrolet 1:01.014 Q2
    9 5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:01.018 Q2
    10 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:01.094 Q2
    11 88 Colton Herta Harding Steinbrenner Racing Honda 1:01.418 Q2
    12 81 Ben Hanley DragonSpeed Chevrolet 1:02.370 Q2
    13 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 1:04.629 Q1
    14 26 Zach Veach Andretti Autosport Honda 1:00.906 Q1
    15 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:06.142 Q1
    16 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:00.949 Q1
    17 98 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Honda Sem Tempo Q1
    18 7 Marcus Ericsson Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:01.134 Q1
    19 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Honda Sem Tempo Q1
    20 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:01.151 Q1
    21 14 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Chevrolet Sem Tempo Q1
    22 4 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 1:01.157 Q1
    23 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Honda Sem Tempo Q1
    24 59 Max Chilton Carlin Chevrolet 1:01.378 Q1
    Realizada nesse domingo a primeira etapa do Mundial de Formula Indy, Nas ruas de St.Petersburg, Os 24 pilotos que disputaram a etapa de abertura do Mundial tiveram 110 voltas em 2 horas de uma prova em um circuito que é um misto de circuito de rua e de autódromo. Will Power largou na pole position com o Estreante Felix Rosenquist da Chip Ganassi ao seu lado, Na segunda fila largam Josef Newgarden da Penske e Scott Dixon com o carro da Ganassi. Na Terceira fila largam 2 pilotos da Andretti: Ryan Hunter-Reay e na quarta fila largaram duas boas surpresas: Jack Harvey da equipe de Michael Shank e Charlie Kimball da Carlin.
    Largada para a abertura da Formula Indy em 2019, Power largou bem, Quem deu bobeira foi Josef Newgarden que acabou perdendo o 2ºlugar para o estreante Felix Rosenquist. De resto, Dixon manteve o 4ºlugar e Rossi ganhou o 5ºlugar do seu companheiro de equipe Ryan Hunter-Reay. O Campeão de 2012 chegou a tocar no piloto sueco da Chip Ganassi.
    Power e Rosenquist abriram sobre os outros pilotos. Newgarden em 3º estava já a 2.2 segundos. Dixon vinha em 4º, Rossi, Hunter-Reay, Jack Harwey e Charlie Kimball completavam os 8 primeiros lugares.
    Marcus Ericsson com 7 voltas faz a primeira parada. Ele vinha pelo 21ºlugar para arriscar uma tática diferente. Nessas primeiras voltas não teve brigas ou tentativas de brigas por posição. Power era seguido de perto pelo estreante Felix Rosenquist. O piloto da Ganassi chegou a correr pela Indy Lights e passou os dois últimos anos pela famigerada Formula E. O Norte-Americano Santino Ferrucci faz sua primeira parada na 10ªpassagem.
    Os pilotos de trás foram os primeiros a pararem e de forma antecipada. Poderia ser fazer 35 a 40 voltas com o mesmo tanque de combustível. Na 12ªVolta já tinha 7 pilotos que tinham antecipado a sua 1ªparada.
    Rahal fez sua parada na 13ªparada. Ao mesmo tempo o motor de Sebastien Bourdais acabou fumando, Era o fim de corrida para o piloto principal da Dale Coyne. O Líder da prova Will Power faz a parada, Uma surpresa que o líder mudasse a sua tática. O Estreante Sueco Rosenquist passou para a liderança. Newgarden, Dixon, Rossi, Hunter-Reay eram os 5 primeiros. Jones passou a ser o 6ºlugar foi para a parada na 15ªVolta. Apenas Rosenquist, Newgarden, Dixon, Rossi, Hunter-Reay, Kannan e Hanley não tinham ido para a primeira parade.
    Na 17ªVolta, O líder faz sua parada e voltou atrás de Will Power que liderou as primeiras 11 voltas. O Piloto da Penske Josef Newgarden assumiu a liderança com Scott Dixon em 2º. Os dois pararam na 18ªVolta assim como parou também Ryan Hunter-Reay. Rossi passou para a liderança, O piloto da Andretti liderou por uma volta (O piloto ganha um ponto se liderar uma volta inteira). Apenas Tony Kannan não tinha parado nos boxes e vinha em 5ºlugar a frente de Alexander Rossi. Power voltou a liderança após as paradas, abrindo 3.5 segundos sobre Rosenquist.
    Na 20ªVolta o motor de Ryan Hunter-Reay quebra no final da reta. No que provocou a primeira bandeira amarela da prova. O Ponto que o carro 28 parou era bem perigoso. Kannan foi para os boxes durante essa bandeira amarela.
    Rosenquist relargou muito bem e assumiu a liderança na entrada da 24ªVolta, E depois segurando a ponta da tentativa de volta de Will Power. Depois disso o piloto da Ganassi abriu sobre Power que quase perder o 2ºlugar para Josef Newgarden, Scott Dixon e Alexander Rossi. O Inglês Jack Harvey que vai fazer 10 corridas em 2019 vinha em uma boa 6ªposição segurando dos ataques de Graham Rahal. Na 26ªVolta, O piloto Ed Jones bateu no muro e o Brasileiro Matheus Leist da A.J.Foyt acabou atingindo o carro do piloto da Carpenter/Corsa com o pneu traseiro provocando a segunda bandeira amarela na 27ªVolta. O Piloto dos EAU errou feio na curva passando reto e batendo.
    Na 34ªVolta à corrida iria recomeçar, Mas a direção de prova adiou por uma volta. Na Volta 35 a corrida recomeçou, Dixon tentou passar Newgarden que fechou por duas vezes a porta. Rossi tentou se aproveitar e passar o campeão de 2018 por fora, Manobra que não obteve sucesso. Rosenquist continuou na ponta com Power em 2ºlugar.
    Disputa pelo 6ºlugar entre Jack Harvey e James Hinchcliffe, O piloto Canadense estava bem mais rápido, mas o inglês se defendia muito bem. Simon Pagenaud vinha em 8º, Takuma Sato que largou em 20ºlugar estava em 9ºlugar e Marcus Ericsson completava os 10 primeiros lugares. Na entrada da 38ªVolta, O piloto da Harding Colton Herta passou Zach Veach e assumiu o 11ºlugar.
    Rosenquist continua na liderança com uma boa distancia para Power (Um pouco mais de 1 segundo a frente) Sato e Herta na volta 43 foram os primeiros a fazerem a segunda parada nos boxes. A liderança entre os 5 primeiros colocados estavam separados por apenas 3.8 segundos e já estavam a 5 segundos a frente de Harvey que segurava bravamente o 6ºlugar dos ataques de James Hinchcliffe. Sem conseguir essa ultrapassagem, O Piloto Canadense foi para a sua segunda parada junto de Marcus Ericsson na volta 45. A Intenção do primeiro piloto da Schmidt era ganhar nessas paradas a posição do Harvey da equipe de Michael Shank associado a Schmidt Peterson.
    Os pilotos da parte de trás vinham fazendo a 2ªparada deles enquanto que Power buscava se aproximar de Rosenquist. Pagenaud lutava por posição com Harvey, Chegou a passar o piloto inglês que voltou a se aproveitar do francês que perdeu a trajetória da curva 1 no final da reta. O piloto da Michael Shank foi para os boxes na volta 48 e a tática da Schmidt com Hinchcliffe deu certo, O piloto inglês voltou bem atrás do piloto Canadense.
    Tony Kannan parou na volta 50, Logo os pilotos da frente iriam para a parada. Os primeiros deles foi Will Power e Alexander Rossi da Penske na volta 51. Um pouco mais atrás Simon Pagenaud fez a parada em 6ºlugar. Na volta 52, Rosenquist faz sua segunda parada e Newgarden passou para a liderança de novo. E por muito pouco o piloto da Ganassi voltou a frente do piloto da Penske, Power ganhou a posição após as paradas.
    Newgarden abre 2.3 segundos a frente de Scott Dixon, Os dois certamente iriam para a tática de 3 paradas nos boxes. Dixon parou na 55ªVolta, Metade da prova. Voltando próximo de Power e logo atrás de Will Power. Na 56ªVolta, Newgarden vai para os boxes e colocaram os pneus de faixa vermelha (Você precisa usar pelo menos 1 jogo de pneus de cada tipo na corrida) e voltou a frente de Power (que ficou preso por causa da Marco Andretti que não tinha feito a parada segurando o segundo lugar) e assumiu a liderança colocando 2.5 segundos de frente para os dois.
    Após a parada de Marco Andretti na volta 61. Newgarden era o líder com Dixon em 2º (Que fez uma brilhante ultrapassagem sobre Power na 58ªVolta) Rosequist vinha em 4º e Rossi mais atrás completava os 5 primeiros colocados. No segundo pelotão vinham James Hinchcliffe liderando esse Grupo em 6ºlugar. Rahal, Pagenaud, Sato e Herta completavam os 10 primeiros colocados.
    A Corrida deu uma parada, Newgarden vinha tranquilamente na primeira posição tentando passar o piloto da Carlin Charlie Kimball que vinha em 18ºlugar. (ultrapassagem feita na 66ªvolta) O piloto da Penske vinha a frente de Scott Dixon que abriu bastante vantagem para o Australiano Will Power da penske em 3º, Rosenquist e Rossi completava os 5 primeiros colocados. Na Volta 71, Newgarden colocou 1 volta sobre Chilton e estava com vantagem de 5.6 segundos na liderança. Ainda haveria uma parada de troca de pneus e combustível.
    Newgarden abriu mais diferença para Dixon, O Neozelandês pegou os dois pilotos da Carlin como retardatários. A Equipe de Origem Inglesa não deu um salto de qualidade nessa temporada como se esperava. Em 6ºVinha tinha o Canadense James Hinchcliffe que tentava se aproximar de Alexander Rossi. O outro piloto da Schmidt Peterson Marcus Ericsson abandonou com problemas de Pressão de Água.
    Hinchcliffe fez sua 3ªparada na volta 79, Assim como Marco Andretti e Takuma Sato. Newgarden foi para a parada na 80ªVolta, Com 30 voltas para o final tinha tudo para terminar a prova tranquilamente. Já Takuma Sato com problemas acabou não voltando mais e deixando a corrida.
    Dixon que liderou uma volta foi para os boxes, Igualmente fez Will Power, Alexander Rossi, Simon Pagenaud. Rosenquist ficou mais uma volta na pista e foi fazer sua última parada na 82ªVolta. Depois das paradas a liderança voltou às mãos de Josef Newgarden que vinha 8.1 segundos a frente de Scott Dixon. O piloto neozelandês Scott Dixon estava 5 segundos a frente de Will Power que vinha em 3ºlugar. Felix Rosenquist vinha em 4º. Rossi, Hinchcliffe, Pagenaud, Rahal, Herta e Ferrucci completavam os 10 primeiros colocados. Tony Kannan vinha em 15ºlugar após uma parada aonde a Foyt se enrolou toda com uma das mangueiras da porca dos pneus.
    Newgarden vinha mantendo um ótimo ritmo de corrida no final de prova, Apesar de Dixon ter baixado a vantagem para 5.3 segundos a 24 voltas do final. Kannan já tinha tomado volta do líder os próximos a tomarem volta seriam Veach, Pigot e Andretti que vinham disputando o 12º,13º e 14ºlugares. Para não dizer que nada estava acontecendo, Simon Pagenaud vinha se aproximando de James Hinchcliffe na disputa pelo 6ºlugar. Mais a frente vinha Alexander Rossi em um tranquilo 5ºlugar atrás de Newgarden, Dixon, Power e Rosenquist.
    Mesmo Dixon diminuindo a diferença para 3.9 segundos, O piloto da Penske Josef Newgarden vinha colocando retardatários na hora certa para manter uma tranquilidade na liderança. A 12 voltas do final Newgarden vinha o duríssimo Marco Andretti para colocar uma volta no piloto norte-americano. Dessa vez o campeão de 2017 teve dificuldades e muitas dificuldades para passar o piloto da Andretti-Herta, Apenas na entrada da 102ªVolta ele conseguiu colocar uma volta nele. Dixon não teve grandes dificuldades para passar Andretti. No que dava chances para Dixon ir para cima de Newgarden e disputar a vitória.
    A 7 voltas do final, Dixon tinha que tirar 1.8 segundos em cima do Newgarden para decidir a prova com o piloto da Penske. Eram os dois últimos campeões da Formula Indy na disputa pela vitória.
    Mas essa disputa não aconteceu, Josef Newgarden segurou a vantagem de 2 segundos e acabou conquistando a vitória na abertura do Mundial de Formula Indy. O piloto da Penske construiu sua vitória a partir da metade da corrida na segunda parada dos boxes. Scott Dixon com a Ganassi tentou buscar a vitória, Mas ficou a 2.8 segundos em segundo lugar. Will Power, Pole position completou o pódio com o segundo carro da Penske. O Estreante Felix Rosenquist com a Ganassi fez uma belíssima estreia e acabou em 4ºlugar, Após liderar por boas 20 voltas e fazer frente na primeira parte da prova. Completando os 5 primeiros colocados ficou o piloto da Andretti Alexander Rossi.
    James Hinchcliffe segurou o 6ºlugar do ataque final de Simon Pagenaud. O Norte-Americano Colton Herta leva a Harding ao melhor resultado da sua história em meio a uma crise financeira que acabou tirando Patricio O’Ward da equipe e da Temporada inteira ao chegar em 8ºlugar. Completando os 10 primeiros colocados o Norte-Americano Santino Ferrucci e o Inglês Jack Harvey. O Brasileiro Tony Kannan completou a prova em 15ºlugar, Vai ser mais um ano duro para a Foyt.
    Daqui a 2 semanas teremos a estreia do Circuito das Américas na Formula Indy. No circuito de Austin.

    Resultado final do GP de St.Petersburg
    pos Piloto Equipe Motor Voltas Tempo Grid
    1 2 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 110 2:04:18.258 2
    2 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Honda 110 a 2.899 4
    3 12 Will Power Team Penske Chevrolet 110 a 12.744 1
    4 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Honda 110 a 14.585 3
    5 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Honda 110 a 18.361 6
    6 5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Honda 110 a 31.159 9
    7 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 110 a 31.440 13
    8 88 Colton Herta Harding Steinbrenner Racing Honda 110 a 40.470 11
    9 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Honda 110 a 57.602 23
    10 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Honda 110 a 59.190 7
    11 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Chevrolet 110 a 1:02.686 16
    12 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 109 a 1 Volta 10
    13 98 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Honda 109 a 1 Volta 17
    14 26 Zach Veach Andretti Autosport Honda 109 a 1 Volta 14
    15 14 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 109 a 1 Volta 21
    16 59 Max Chilton Carlin Chevrolet 109 a 1 Volta 24
    17 23 Charlie Kimball Carlin Chevrolet 109 a 1 Volta 8
    18 81 Ben Hanley DragonSpeed Chevrolet 108 a 2 Voltas 12
    19 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 75 Câmbio 20
    20 7 Marcus Ericsson Schmidt Peterson Motorsports Honda 54 Pressão da Água 18
    21 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Chevrolet 25 Acidente 15
    22 4 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 25 Acidente 22
    23 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 19 Motor 5
    24 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Honda 11 Motor 19
    Texto: Deivison da Conceição da Silva
    Fotos: IndyCar
    Fonte: http://portalsportszone.com.br/?p=16699

  2. #2
    Sato tem um final de semana perfeito e Vence prova em Barber Motorsports

    No circuito do Barber Motorsports no Alabama, Foi palco da 3ªEtapa do Mundial de Formula Indy, Temporada de 2019. Uma pole foi conquistada pelo Japonês Voador Takuma Sato da Rahal Letterman. Aliás A equipe de Bobby Rahal teve um sábado perfeito, Seu filho Graham Rahal divide a primeira fila com Sato. Na segunda fila, largam Scott Dixon da Chip Ganassi e James Hinchcliffe da Schmidt Peterson. Na Terceira fila, largam Sebastian Bourdais da Dale Coyne e Spencer Pigot da Ed Carpenter.
    Will Power da Penske em 7º e Alexander Rossi da Andretti em 8º (Junto do Dixon) se salvaram da Tragédia que foram as equipes principais da categoria. O líder do campeonato Josef Newgarden larga apenas em 16ºlugar.
    Grid de Largada:
    pos Piloto Equipe Motor Tempo
    1 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:08.593
    2 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:08.594
    3 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Honda 1:08.595
    4 5 James Hinchcliffe Arrow Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:08.596
    5 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Honda 1:08.597
    6 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:08.598
    7 12 Will Power Team Penske Chevrolet 1:08.599
    8 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Honda 1:08.600
    9 88 Colton Herta Harding Steinbrenner Racing Honda 1:08.601
    10 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Honda 1:08.602
    11 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 1:08.603
    12 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Honda 1:08.604
    13 98 Marco Andretti Andretti Herta Honda 1:08.895
    14 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet 1:08.794
    15 4 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 1:08.947
    16 2 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet 1:08.870
    17 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Honda 1:08.963
    18 31 Patricio O’Ward Carlin Chevrolet 1:08.901
    19 14 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Chevrolet 1:09.032
    20 7 Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:08.922
    21 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:09.044
    22 59 Max Chilton Carlin Chevrolet 1:09.056
    23 26 Zach Veach Andretti Autosport Honda 1:09.447
    24 81 Ben Hanley DragonSpeed Chevrolet 1:10.416
    Na Largada, Sato, Rahal e Dixon garantiram as 3 primeiras posições. O Americano Ed Jones, Largando do 21ºlugar acabou queimando a largada,(Ele foi para o 4ºlugar com essa queimada) Isso rendeu ao piloto da Carpenter uma punição nos boxes. Era evidente o quanto o piloto Norte-Americano queimou a largada.
    Enquanto os 3 primeiros colocados estavam se dando bem com os pneus, Outros pilotos partiram para uma largada cedo. Foi o caso de Marcus Ericsson que precisava arriscar após largar do 20ºlugar. Destaque para também James Hinchcliffe em 4º, Alexander Rossi em 5º(Com os pneus duros) e Sebastien Bourdais que iria tentar fazer apenas 2 paradas. A tática de prova habitual é de 3 paradas.
    O líder Takuma Sato parou na 16ªVolta, A Rahal fez uma péssima parabéns e poderia fazer o japonês a liderança. Rahal e Dixon pararam juntos na volta seguinte. A para desespero de Bobby Rahal acabou vitima de uma terrível parada para. Com tudo que aconteceu, norte-americano caiu para os últimos lugares. Sato continuou na liderança da prova com Dixon logo a seguir. O líder na 20ªVolta era Alexander Rossi, Com os pneus Duros. Ele foi o único a começar a prova com os pneus duros, Mas na volta seguinte, O piloto da Andretti foi para a sua primeira parada nos boxes e voltou nos últimos lugares.
    O piloto Francês Sebastien Bourdias, foi o piloto que mais tempo ficou na pista até a parada nos boxes. Ele só largou nos boxes na 28ªvolta. Sato voltaria à liderança da prova. após as paradas, Sato já começava a abrir diferença para Scott Dixon, Isso com o piloto da Rahal com os pneus duros.
    Nesse meio tempo, Power e Newgarden disputaram posições após a primeira parada. Até que o piloto Australiano passou do ponto, perde a traseira, Roda e vai para a brita, perdendo 4 posições, caindo para o 13ºlugar. Na Volta seguinte, Power foi forçado a parar pela 2ªVez, Na 28ªvolta de parada. Mais atrás, Felix Rosenquist que vivia um final de semana difícil, Disputou e perdeu posição em cima do Mexícano da Carlin Patrício O’ward.
    Dois pilotos que estavam fazendo uma bela corrida eram Josef Newgarden em 5ºlugar após largar na 16ªposição e Marcus Ericsson da Schmidt em 7ºlugar após largar do 20ºlugar. Apesar de alguma instabilidade em seu carro, na 32ªVolta, Ryan Hunter-Reay consegue passar Josef Newgarden e sobe para o 5ºlugar. Ao mesmo tempo que Colton Herta tinha problema em seu carro e foi para os boxes. De lá, Ele foi para o fundo dos boxes. Fim de semana bem diferente do final de semana em Austin para o jovem piloto norte-americano.
    Newgarden foi para a segunda parada na volta 34, Os pneus estavam tendo um desgaste bastante crítico. Sato abriu 5.4 segundos sobre Scott Dixon, Mesmo com os pneus mais duros. Se nada ocorresse de diferente até o final a corrida estava nas mãos do piloto da Rahal Letterman.
    Patricio O’Ward chegou a passar Pagenaud no Grampo, Na curva seguinte, O Francês recuperou o 9ºlugar, Mas foi por pouco tempo, Pagenaud foi para os boxes assim como Hunter-Reay. Era certo que eles iriam para 3 paradas. (Ou até mesmo uma possibilidade de uma 4ªparada para alguns deles) Somente Bourdais parece querer levar o plano das 2 paradas em Prática.
    Takuma Sato vai para a segunda parada na 37ªVolta, Dessa vez a equipe trabalhou direito. Dixon assumiu a liderança com Hinchcliffe em 2º e Rossi em 3º. Sato voltou a prova em 4ºlugar. Na Volta seguinte, Parou Dixon que voltou atrás de Sato e Bourdais. Hinchcliffe na 39ªVolta assumia a liderança, para no final da volta ir aos boxes pela segunda vez.
    Por duas seguintes, Ericsson passou Newgarden e Power no Grampo. O Sueco que correu pela Caterham e Sauber na Formula 1 começa a mostrar serviço na Indy. Alexander Rossi vai para os boxes na 41ªVolta. Sato volta a liderança da prova, Com Bourdais em 2º, Dixon em 3º, Hinchcliffe e Rossi completando os 5 primeiros. Com 1 parada apenas, Tony Kannan vinha em 6ºlugar.
    A Corrida lá na frente deu uma amornada, Mas no meio do pelotão, Will Power com um carro horrível e perdeu posição para Simon Pagenaud, No final da 50ª ele para nos boxes para uma terceira parada. Os pneus não estavam resistindo ao tanque de combustível. (Que durava em torno de 30 voltas no mínimo)
    Sato abria 7.4 segundos do Bourdais e 9.1 segundos de Dixon. O Japonês vinha sobrando no Alabama. O Campeão de 2018 sofria pressão do Canadense James Hinchcliffe, E era evidente que o Canadense passando seria pra ir embora com a posição na mão.
    Na volta 57, Graham Rahal parou em um ponto perigoso. Todo mundo foi para os boxes antes da Bandeira amarela. No caso do Chilton foi uma batida no muro. (Provocada por que ele toca em Tony Kannan e acaba perdendo o controle do carro da Carlin
    Essa bandeira amarela foi ideal para todos os pilotos fazerem a troca de pneus e reabastecimento para o complemento da prova. Dixon ganhou o segundo lugar que estava nas mãos de Bourdas. O Francês fez uma parada a menos, Da Forma que ele tava poderia sim lutar até mesmo pela vitória.
    Depois de 8 voltas com a Bandeira amarela, A Prova recomeçou. Sato precisa agradecer ao Brasileiro Matheus Leist, Ele deu uma generosa segurada em Dixon e Bourdais e ajudou Sato a abrir vantagem sobre os dois. No final da mesma volta, Newgarden passou com Estilo Hunter-Reay e assumiu o 6ºlugar. Antes, Rossi passou Hinchcliffe e ganhou o 4ºlugar.
    Leist acabou deixando os líderes passarem por ele, Só que Dixon e Bourdais estavam no prejuízo, Já que Sato abriu 1.2 segundos sobre o piloto da Ganassi e 2.4 segundos sobre o piloto da Dale Coyne. Rossi em 4º completava a Quadra da Honda. Newgarden vinha com o melhor motor Chevrolet, com o 5ºlugar.
    Sato tinha a corrida sob controle, Com Dixon tentando alcançar o Japonês, Porém ele vinha de vez em quando à companhia de Sebastien Bourdais. No final da prova, Nenhum deles estavam andando no limite para evitar pane seca no final ou uma 4ªparada nos boxes, que seria fatal para o resultado da prova. A 9 Voltas do final, Bourdais fez uma volta bem rápida e encostou em Dixon. O Francês ficou em uma posição de usar push to Pass nas 6 últimas voltas. Porém, Se usasse todo o tempo no final poderia ter problemas de consumo de combustível.
    A 5 voltas do final, Sato passa pela grama na chicane e coloca em risco a sua vitória. Era isso que Dixon precisava para tentar tomar a vitória do Japonês. Na volta 87, Newgarden foi com tudo para cima de Alexander Rossi e acabou ganhando o 4ºlugar. Isso com o Norte-Americano largando do 16ºlugar.
    O Risco que o Sato correu não foi o bastante para Dixon esboçar uma arrancada para a vitória. O Piloto Japonês levou o carro da Rahal Letterman para a vitória. A 4ªVitória da sua carreira na Formula Indy. Scott Dixon segurou Sebastien Bourdais no final da prova e acabou em 2ºlugar. Ótima corrida de Dixon como também foi uma ótima corrida de Bourdais, O único piloto que fez 2 paradas apenas.
    O Norte-Americano Josef Newgarden fez uma corridaça, Largando do 16ºlugar, Com a Penske que não se entendeu com a pista, O Campeão de 2017 acabou em 4ºlugar. Alexander Rossi completou os 5 primeiros lugares. James Hinchcliffe e Marcus Ericsson levaram a Schmidt a boas posições com o 6º e 7ºlugares. A Se destacar o desempenho do Sueco que largou no 20ºlugar para chegar nas primeiras posições.
    Ryan Hunter-Reay, Simon Pagenaud e Felix Rosenquist completaram as 10 primeiras posições. Nesse final de semana teremos a tradicional etapa de Long Beach, a 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy.
    Resultado final do GP do Alabama
    Formula Indy – Temporada 2019

    pos Piloto Equipe Motor Tempo
    1 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:55:46.807
    2 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Honda a 2.387
    3 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Honda a 2.793
    4 2 Josef Newgarden Team Penske Chevrolet a 7.972
    5 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Honda a 8.851
    6 5 James Hinchcliffe Arrow Schmidt Peterson Motorsports Honda a 9.435
    7 7 Marcus Ericsson Arrow Schmidt Peterson Motorsports Honda a 13.758
    8 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda a 15.250
    9 22 Simon Pagenaud Team Penske Chevrolet a 22.784
    10 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Honda a 26.245
    11 12 Will Power Team Penske Chevrolet a 31.817
    12 26 Zach Veach Andretti Autosport Honda a 33.903
    13 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Honda a 34.965
    14 98 Marco Andretti Andretti Herta Honda a 39.311
    15 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Honda a 40.009
    16 31 Patricio O’Ward Carlin Chevrolet a 40.672
    17 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Chevrolet a 42.571
    18 14 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Chevrolet a 1 Volta
    19 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Chevrolet a 1 Volta
    20 4 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Chevrolet a 1 Volta
    21 81 Ben Hanley DragonSpeed Chevrolet a 2 Voltas
    22 59 Max Chilton Carlin Chevrolet a 2 Voltas
    23 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda a 35 Voltas – Elétrico
    24 88 Colton Herta Harding Steinbrenner Racing Honda a 39 Voltas – Pressão do Combustivel
    Texto: Deivison da Conceição da Silva
    Fotos: IndyCar
    Fonte:
    http://portalsportszone.com.br/?p=16961

  3. #3
    Pagenaud tem atuação brilhante na chuva e conquista a vitória em Indianapolis

    Começando as atividades no Indianapolis Motor SpeedWay a 2 semanas das 500 milhas de Indianapolis. A prova no Autódromo feito para a Formula 1 entre 2000 e 2007 e o A prova acontece desde de 2014.

    Grid de Largada:
    pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Fase
    1 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m08.2785s Q3
    2 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m08.2979s Q3
    3 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Dallara/Honda 1m08.3238s Q3
    4 88 Colton Herta Harding Racing Dallara/Honda 1m08.3743s Q3
    5 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1m08.4609s Q3
    6 12 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1m08.7901s Q3
    7 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 1m08.2153s Q2
    8 22 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1m08.2445s Q2
    9 7 Marcus Ericsson Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1m08.2497s Q2
    10 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1m08.2998s Q2
    11 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 1m08.3300s Q2
    12 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1m08.4697s Q2
    13 2 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1m08.6240s Q1 – G1
    14 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1m08.4499s Q1 – G2
    15 3 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 1m08.6497s Q1 – G1
    16 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1m08.6235s Q1 – G2
    17 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 1m08.6994s Q1 – G1
    18 5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1m08.7710s Q1 – G2
    19 31 Patricio O’Ward Carlin Dallara/Chevrolet 1m08.7487s Q1 – G1
    20 26 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 1m08.8170s Q1 – G2
    21 4 Matheus Leist AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1m08.7751s Q1 – G1
    22 59 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 1m08.9572s Q1 – G2
    23 98 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 1m08.8995s Q1 – G1
    24 14 Tony Kanaan AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1m09.1230s Q1 – G2
    Na Classificação, A Pole position ficou com o Sueco Felix Rosenquist da Chip Ganassi. O Estreante superou o Neozelandês Scott Dixon, Seu companheiro de equipe larga em segundo lugar. Uma surpresa na 3ªposição, O piloto da Meyer Shank Jack Harvey da Inglaterra com Colton Herta da Harding larga em 4ºlugar fechando a segunda fila.
    Na terceira fila largam Ed Jones da Carpenter e Will Power da Penske, Na quarta fila largam Graham Rahal e Simon Pagenaud e fechando os 10 primeiros colocados Estão Marcos Ericsson em 9º e Sebastien Bourdais.

    Largada da etapa de Indianapolis, Rosenquist manteve o primeiro lugar, Enquanto que Jack Harvey superou Dixon e assumiu a segunda posição. Herta vinha em 4º. Logo antes da largada, Patricio O’Ward toca em Alexander Rossi que acaba indo para o muro e faz com que o Norte-Americano fazer uma parada para reparar o carro danificando, Mas isso não ficou em pune, O piloto da Carlin foi punido e teve de passar pelos boxes caindo para o 23ºlugar.
    Nas primeiras voltas, Rosenquist abriu uma boa vantagem para Harvey que chegou a ser atacado pelo Dixon na segunda volta. Porém, os primeiros lugares se estabilizam nas suas posições. Na parte intermediária é que existia uma briga pelo 8ºlugar, entre Will Power que vinha sendo pressionado Simon Pagenaud.

    Na 11ªVolta, Marcus Ericsson que vinha em boa corrida acabou escapando e indo para o muro do oval de Indianapolis. Com isso surge a primeira bandeira amarela da prova. O Sueco conseguiu voltar, Mas só para ir para os boxes. Lá se constatou que não dava mais para o piloto da Schmidt seguir. Alguns pilotos fizeram parada ao mudar a estratégia em relação aos primeiros colocados.
    Na 15ªVolta tivemos a relargada, Dixon que estava em 3º passou Harvey na reta dos boxes e na curva 1, Rosenquist perdeu a trajetória e acabou perdendo a liderança para o neozelandês. Colton Herta acabou tocando em Harvey e rodando. Já seria o bastante para uma bandeira amarela, Ainda mais com Ryan Hunter-Reay sendo tocado pelo Canadense James Hinchcliffe. O piloto da Andretti ao roda acabou tocando no piloto da Harding. (Motivo pelo qual ele deve ter abandonado a prova)
    Resultado disso foi uma nova bandeira amarela, com Dixon na liderança, Rosenquist em 2º, Harvey em 3º. Jones, Rahal e Pagenaud completa os 6 primeiros. Começava a chuviscar no circuito de Indianapolis.
    Relargada na 20ªVolta, Jones e Harvey foram para cima de Rosenquist e fizeram uma ultrapassagem dupla dos dois pilotos, Quem levou a melhor foi o piloto da Carpenter que ganhou o 2ºlugar do piloto da Meyer Shank e do segundo piloto da Ganassi. Hinchcliffe acabou punido com uma passagem pelos boxes.

    Indianapolis Motor SpeedwayFriday, May 10, 2019 ©2018 Walt KuhnO Brasileiro Hélio Castroneves (Hoje piloto da equipe Penske no IMSA) teve um belo momento na prova, Ao ultrapassar primeiro o Norte-Americano Santino Ferrucci e depois seu companheiro de equipe Will Power subindo para o 10ºlugar. Enquanto o piloto Brasileiro subia, Seus companheiros Newgarden e Power estavam com dificuldades e caindo na classificação. Sato foi para cima de Pagenaud, Na primeira tentativa ele passou reto na curva 1 e acabou voltando a ficar atrás do piloto da Penske. Porém na segunda tentativa, Sucesso do piloto Japonês que assumiu o 8ºlugar.
    Harvey e Jones pararam na volta 26, começavam as paradas dos pilotos das primeiras posições. Castroneves parou na volta seguinte, A parada foi um pouco mais demorada por causa de problemas de mangueira de combustível.
    No final da 27ªVolta, Scott Dixon vai para a primeira parada nos boxes juntamente com Felix Rosenquist. Na volta o Sueco voltou a frente, Mas o Inglês Jack Harvey conseguiu recuperar a posição em cima do piloto da Ganassi. Graham Rahal assumiu a liderança e parou na volta seguinte, antes disso, O piloto da Rahal acabou deu uma passadinha na grama, com os pingos d’água na lentes das câmeras podem justificar essa passadinha pra fora da pista.
    Com as Paradas, A liderança passa a ser de Josef Newgarden, Com Patricio O’ward em segundo, Max Chilton em 3º, Matheus Leist em 4º e James Hinchcliffe em 5º após 30 voltas de prova. Dos que pararam na Janela normal, O primeiro era o Scott Dixon com Jones e Harvey logo a seguir disputando o 7ºlugar.
    Harvey foi para cima de Jones por fora, O piloto da Carpenter se defendeu muito bem do ataque do Britânico. James Hinchcliffe superou Leist e assumiu o 4ºlugar. Newgarden abriu 2.5 segundos de O’Ward e 11 segundos de frente para Max Chilton. Os 2 primeiros colocados estavam muito na frente dos demais pilotos.

    Chilton parou nos boxes na volta 39, Mesmo com a chuva fina caindo aos poucos, Ninguém arriscava um pneu de pista molhada. Patrício OWard parou na mesma volta 39. O líder Josef Newgarden, Hinchcliffe e Leist pararam na volta 40. A liderança voltou para Scott Dixon, com 4.8 segundos a frente de Jack Harvey. Depois vinham Simon Pagenaud, Ed Jones, Spencer Pigot, Graham Rahal, Felix Rosenquist, Takuma Sato, Sebastien Bourdais e Hélio Castroneves nas 10 primeiras posições. Do 5ºlugar até o 10ºlugar os pilotos estavam muito juntos.
    O Sueco Felix Rosenquist vivia problemas na prova, Acabou que na volta 44 indo para os boxes junto de Hunter-Reay e Ed Jones. Na parada vazou combustível, mas nada grave nem com o piloto e nem com os mecânicos.

    Jack Harvey aproveitando dos pneus macios se aproximou muito de Dixon que vinha com os pneus mais duros e trazendo com ele Pagenaud. Na 47ªVolta,os três primeiros colocados foram para os boxes e colocaram os pneus macios, Na Volta Pagenaud tinha ganho a posição para Harvey. Rahal passou a liderança com Bourdais e Sato nas três primeiras posições. Na 51ªVolta, Rahal parou nos boxes deixando a liderança para Bourdais. A chuva estava continuando a tocar, Mas nenhum dos pilotos ainda tinha colocado os pneus de chuva.
    O primeiro piloto a colocar os pneus de chuva foi o Brasileiro Tony Kannan que vinha fazendo uma prova lamentável em 20ºlugar. Voltas depois a tática se mostrou inútil e o piloto da Foyt tomou mais uma volta. (Kannan estava nesse momento com 2 voltas de atraso)

    Castroneves foi para os boxes, Quando voltou a pista o Veterano acabou rodando e indo para fora da pista. Ao tentar voltar a pista acabou atolando seu carro na brita, Provocando a 3ªbandeira amarela. Foi nesse momento que a chuva começava a se intensificar. Os pilotos foram para a última parada nos boxes, Enquanto alguns pilotos colocaram os pneus de chuva, Outros ainda apostavam que a chuva seria passageira e colocaram os pneus macios. Durante as paradas, A Equipe de Josef Newgarden deixou uma das rodas sair da área dos boxes e ir para o muro do outro lado. Nenhum piloto foi atingido, Mas isso é o bastante para punir o piloto da Penske. Depois dessas paradas, Dixon era o líder, Harvey estava em 2º, Pigot em 3º, Leist em 4º, Pigot em 5º, Pagenaud em 6º. Rahal, Ferrucci, Hinchcliffe e Power completavam os 10 primeiros colocados.
    Na Volta 68, A Corrida recomeçou, Dixon abriu vantagem na liderança com Harvey em segundo. Matheus Leist em seu melhor momento na Formula Indy ultrapassou por fora Pigot e assumiu a 3ªposição. Desnorteado, Foi atacado pelo companheiro Ed Jones. Nessa história os dois pilotos foram superados pelo Francês Simon Pagenaud e Foi embora, Mostrando desempenho para brigar pela vitória.
    Vencedor de duas corridas no traçado do Autódromo logo o Francês foi para cima de Leist. Na 1ªcurva da 75ªVolta, Pagenaud passou Leist por fora e assumiu o terceiro lugar. O Grande problema do piloto da Penske era o tempo de Push to Pass que ele tinha, Bem menor do que o tempo de Harvey e de Dixon que já vinha 4 segundos a frente.

    Santino Ferrucci da Dale Coyne acabou sendo tocado pelo Felix Rosenquist e pelo Norte-Americano Graham Rahal.
    A 6 Voltas do final, Pagenaud ultrapassa Harvey assumindo o 2ºlugar. Agora eram 4 segundos atrás de Dixon. Parecia que a vitória do Neozelandês estava garantida…
    … Só parecia, Em 2 voltas o piloto da Penske tirou praticamente toda essa vantagem. A 3 voltas do final, Dixon tinha uma vantagem de 23 segundos de Puss to Pass contra nada do Francês e tentou segurar o ataque de Pagenaud. Até que na metade da penúltima volta, Simon Pagenaud foi para cima por fora de Dixon depois da reta oposta e acabou conseguindo a ultrapassagem da corrida, Que definiu a prova a favor do Francês.
    Uma exibição belíssima que resultou na 3ªVitória na corrida do circuito de Indianapolis. Após largar em 8ºlugar e fazer uma bela corrida com o carro da Penske, Que acabou mal colocado com os outros três pilotos. (Newgarden foi até bem, Mas a punição jogou a prova para o chão) Simon Pagenaud após exibições apagadas sai dessa prova e vai para as 500 milhas mais confiante.

    Apesar de perder a vitória no final, Scott Dixon com o 2ºlugar se aproxima de Josef Newgarden na liderança do campeonato. A diferença entre os dois esta em apenas 6 pontos. Alexander Rossi que vinha na disputa acabou em 22ºlugar e ficou longe da disputa, Com 36 pontos atrás de Newgarden. O Terceiro lugar ficou com o inglês Jack Harvey da Meyer Shank, Sua melhor corrida na IndyCar e seu primeiro pódio da carreira.
    Matheus Leist igualmente teve sua melhor corrida na Formula Indy. Uma grande exibição, Superando as deficiências da Foyt. Com o 4ºlugar a equipe alcança seu melhor resultado desde do GP de Gateway de 2017, Tudo graças ao desempenho do piloto, Principalmente sobre a chuva.
    A Carpenter teve um bom dia, Com Spencer Pigot e Ed Jones chegando ao 5º e 6ºlugares respectivamente. Will Power acabou salvando o 7ºlugar com a Penske, Depois veio o Sueco Felix Rosenquist que não teve um bom dia, Perdeu posições e ficou apenas em 8ºlugar. Graham Rahal com o carro do pai dele e Santino Ferrucci da Dale Coyne completou os 10 primeiros colocados. No dia 26 de Maio, Teremos a edição 103 das 500 milhas de Indianapolis. No Próximo Sábado teremos a cobertura do Bump Day e no Domingo teremos a definição do Grid de largada e do pole position das 500 milhas.

    Resultado final do GP de Indianapolis
    pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo
    1 22 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 85 2h00m28.1166s
    2 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 85 2.0469s
    3 60 Jack Harvey Meyer Shank Racing Dallara/Honda 85 3.7683s
    4 4 Matheus Leist AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 85 5.4378s
    5 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 85 6.0938s
    6 20 Ed Jones Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 85 7.1027s
    7 12 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 85 7.5853s
    8 10 Felix Rosenqvist Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 85 8.7080s
    9 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 85 9.1802s
    10 19 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 85 12.7201s
    11 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 85 16.6131s
    12 26 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 85 19.6145s
    13 26 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 85 26.9994s
    14 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 85 28.0345s
    15 2 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 85 28.4598s
    16 5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 85 28.6403s
    17 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 85 29.1217s
    18 59 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 85 32.0458s
    19 31 Patricio O’Ward Carlin Dallara/Chevrolet 85 1m12.0400s
    20 14 Tony Kanaan AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 83 a 2 Voltas
    21 3 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 83 a 2 Voltas
    22 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 81 a 4 Voltas
    23 88 Colton Herta Harding Racing Dallara/Honda 15 Acidente
    24 7 Marcus Ericsson Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 11 Acidente
    Texto: Deivison da Conceição da Silva
    Fotos: IndyCar
    Fonte: http://portalsportszone.com.br/pagen...-indianapolis/
    Última edición por deivison; 16/05/2019 a las 03:35

Etiquetas para este tema

Permisos de publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes
  •